quarta-feira, 16 de abril de 2014


... em homenagem ao meu avo...

Me lembro do meu avo assim;
Com seus chinelos de couro, rastejantes;
Passos lentos e cansados;
Regando suas flores no jardim;
Eu pequena , inocente;
Tao feliz com as panelinhas;
Peguei a linda margarida e coloquei na pequena frigideira;
Olha avo, o ovinho que fiz para você;
Meu avo com olhar lacrimejante,
Com apenas um sorriso no rosto, olhou- me naquele instante;
Dizendo assim;
Que lindo ovinho frito, querida;
Muito obrigado, mas por favor;
Não arranque mais minhas margaridas...
Foi naquele instante, que eu aprendi a amar, as tao queridas margaridas...

Rosana de Sá Lara.

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Chocolate e amor.


Devora-me aos poucos,
Feito barra de chocolate,
Degustando o doce sabor,
Pequenos pedaços de amor,
Derretendo no céu da boca,
Chocolate e amor,
Combinação perfeita...
Alimentando os desejos da alma,
Saciando o coração, ate então amargurado,
Porem agora, açucarado,
Lambuzando toda,
Na doçura do amor...
Na adrenalina dos corpos,
No coração achocolatado...
Voce e eu juntos...
Feito barra de chocolates,
Recheados de prazer,
Da ate gosto de comer...
Devagar e aos pouquinhos,
Pra não acabar de vez...
Um pedaçinho de cada vez...

Rosana De Sá Lara.

quarta-feira, 21 de março de 2012

Continuo falando sobre bocas... beijo... essas coisas... Mudando de assunto, mas dentro do mesmo contexto: O que dar de presente de Natal? UM BEIJO?

Tagarelas ilusões.

Tagarelas ilusões,
Que borbulham os ouvidos,
Que fofocam a alma,
O tom de sua voz,
Ao qual me calava,
Tagarelas ilusões,
Que expunham meus sonhos,
Com a clareza do som,
Sempre esperando um novo dia...
Esperando o amor,
Os beijos do depois,
E a eternidade das horas,
A felicidade das quais as ilusões,
Não me deixaram ver, viver...

Rosana de Sá Lara.